Publicado em Deixe um comentário

Kit de homeopatia SOS

Homeopatia

Homeopatia clássica, ou unicista, a mais utilizada, vai procurar o homeopático diretamente para a causa do nosso problema de saúde.

O homeopático desencadeia uma reação identificando os sintomas e obrigando o teu corpo a reagir, regulando a sua homeostase. Este processo é rápido, eficaz e permanente, ou seja, o teu corpo ficará com essa informação de regulação para sempre.

Esta informação permanece para sempre, no entanto, precisa da ajuda de um modo de vida saudável para se estabelecer, desde a alimentação, exercício físico, até uma boa higiene do sono.

Em casos de doenças crónica, a homeopatia não será a cura, mas sim a sua melhoria durante um largo período de tempo, em conjunto, também, com os hábitos de vida saudáveis.

Atenção…

A homeopatia só deve ser usada em problemas já identificados e não como prevenção.

Como prevenção poderá ter consequências a curto, médio ou longo prazo, porque despoleta as condições de saúde do tratamento a que está destinado. Não existe essa necessidade e não é benéfico.

Os compostos e as misturas homeopáticas, também não são aconselháveis, porque sendo um conjunto de vários homeopáticos, um deles será adequado ao problema de saúde do momento, os restantes poderão não ser, e geralmente não o são.

Neste sentido, irão desestabilizar todo o organismo.

Como funciona a homeopatia?

A homeopatia deve ser receitada apenas por um homeopata e terá que ter em conta os vários aspetos da tua vida, desde pessoais, profissionais…

As tuas particularidades, a tua constituição, o teu historial de saúde e as tuas queixas de momento, a parte mental e as tuas características e, até, o teu modo de vida.

Como deve ser tomada?

Os homeopáticos geralmente são comprados em grânulos, com indicação de Ch (Diluição Centesimal Hahnemanniana, a mais comum) e devem ser tomados de acordo com o receitado pelo homeopata.

Em casos mais agudos poderá existir uma toma mais frequente, de 2h em 2h, por exemplo, que irá diminuir quer pelos sintomas, quer pela gravidade, até uma toma de manhã e outra à noite.

Devem existir melhorias a partir de duas tomas. Caso isso não aconteça, será necessário alterar o tratamento.

O total de dias de toma, serão decididos de acordo com as melhorias apresentadas pela pessoa.

Como utilizar o Kit de homeopatia?

Para doenças crónicas é normal que possam acontecer episódios mais regulares, do que sintomas isolados. Por isso é possível preparar um kit para acudir a esses quadros clínicos.

Antes de reunir este kit, deverá existir sempre uma consulta de homeopatia para que seja identificado o homeopático que melhor se adequa e à condição a tratar.

Depois de identificado o homeopático e confirmada a sua eficácia em altura de crise, este será colocado no kit SOS.

Todos os homeopáticos que são eficazes em situação de crise devem ser colocados neste kit.

Podemos ainda juntar a esse kit os homeopáticos para situações como inflamações generalizadas, alergias, picadas de insetos e reações na pele, gripes, dores de cabeça, indigestões, diarreias, problemas de ansiedade com viagens, jet leg e até para a nossa disposição em relação à alteração de rotinas.

É importante ter um homeopático destinado ao trauma, isto é, para cortes, quedas, hemorragias.

E mesmo para alterações emocionais, quer para a criança que sofre o trauma ou para o cuidador que terá que tomar boas decisões.

Todas estas situações podem acontecer fora da nossa casa, em contextos de férias, por exemplo. É importante juntar um kit SOS para as fragilidades da nossa família e usar nestas alturas.

Ter em atenção que, neste contexto de férias ou viagens, devemos levar em conta o clima, a estação do ano, as doenças endógenas e adaptar o kit SOS a essa realidade.

No caso de o kit de homeopatia ser feito pela Mãe Gaia, terá uma bolsa compartimentada para guardar cada homeopático e uma folha de instruções, onde descreve quando e como usar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *