Posted on

O meu bebé pode comer alimentos fermentados?

O meu bebé pode comer alimentos fermentados?

Todos os bebés podem comer alimentos fermentados desde a introdução alimentar.

Os alimentos a oferecer não devem ser açucarados nem salgados. Para tal é necessário usar um starter (isco) de fermentação.

Os alimentos fermentados devem ser caseiros, pois a pasteurização mata todas as bactérias e fermentos vivos.

As culturas vivas também são adequadas ao bebé, o kefir, o tibicos, kombucha, Jun, Viili são muito saúdaveis para o bebé pois acrescentam muitas bactérias à sua flora natural.

Optei pelo baby led weanning, como posso oferecer os fermentados?

As bebidas fermentadas como o Tibicos podem ser oferecidas para beber à refeição.

Iogurtes probióticos vivos como o Viili podem ser usados para molhos ou para Dips.

Os alimentos fermentados podem ser cortados em palitos antes da fermentação e desta forma podem ser agarrados pelo bebé, tal como os restantes alimentos. Podem também ser adicionados a qualquer prato.

O meu bebé deve tomar probióticos?

Não há uma só resposta a esta questão, há muitas variáveis que melhoram ou pioram a imunidade:

Se o bebé nasce de cesariana o seu microbioma é menos populado e mais imaturo.

O parto por via baixa permite que o bebé adquira uma flora bacteriana mais complexa.

A amamentação prolongada permite que ocorram muitas trocas entre o microbioma da mãe e do bebé. Isto confere ao bebé maior proteção.

Para lá destes factores existem inúmeros outros que podem determinar a imunidade proporcionada por um bom microbioma.

Se o bebé demonstra saúde e bem-estar geral, nunca tomou um antibiótico, o seu sistema digestivo funciona bem, então o consumo de alimentos fermentados é suficiente para manter uma boa população bacteriológica.

O meu filho está sempre doente, os alimentos fermentados e probióticos podem ajudar?

Os probióticos naturalmente presentes nos alimentos fermentados melhoram a imunidade mas não são a solução milagrosa para tudo.

Os alimentos fermentados melhoram a imunidade e saúde a longo prazo de bebés, crianças e adultos. Mas para certos problemas de saúde não basta apenas melhorar a alimentação e suplementar.

A intervenção de uma medicina natural é necessária para tratar doenças e problemas de saúde.